Chicago | Los Angeles | Miami | New York | San Francisco | Santa Fe
Amsterdam | Berlin | Brussels | London | Paris | São Paulo | Toronto | China | India | Worldwide
 
São Paulo

Galeria Pilar

Exhibition Detail
Multicoloridos
Rua Barão de Tatui­, 389
01226-030 São Paulo
São Paulo
Brazil


April 2nd - May 3rd
Opening: 
April 1st 7:00 PM - 10:00 PM
 
, Célio BragaCélio Braga
© Courtesy of the artist & The Galeria Pilar
> QUICK FACTS
WEBSITE:  
http://www.galeriapilar.com
NEIGHBORHOOD:  
Cidade
EMAIL:  
info@galeriapilar.com
PHONE:  
55 11 3661-7119
OPEN HOURS:  
Tue-Fri 11-7; Sat 11-5
TAGS:  
sculpture, painting
> DESCRIPTION
Galeria Pilar apresenta desenhos e esculturas maleáveis de Célio Braga.
 
Depois de viver por quase duas décadas nos Estados Unidos e na Holanda, o artista apresenta desenhos e esculturas que mesclam o caipira com o cosmopolita, o rural com o urbano, a geometria das colchas de retalhos e dos tapetinhos com a geometria das obras de arte minimalistas.
 
A Galeria Pilar tem o prazer de apresentar, a partir de 01/04/14, às 19h, a segunda individual do artista mineiro Celio Braga. Intitulada “Multicoloridos”, a exposição se compõem por duas séries inéditas de desenhos e esculturas, que dão continuidade à sua pesquisa plástica e poética.
 
A produção de Célio Braga é marcada por processos elaborados, nos quais ele confecciona superficies e estruturas que pulsam com delicadeza e vigor, revelando obras que se nutrem não apenas de tempo, mas também de afetividade. Seja nos desenhos intitulados como “Ladainhas” ou nas esculturas maleáveis nomeadas de “Lengalengas”, títulos que relacionam sua produção com memórias afetivas e histórias da sua infância, pontuando uma obra construída através da repetição de gestos artesanais que revelam formas e processos de uma intensa pesquisa de interação entre a cor e a linha.
 
Nos desenhos da série “Ladainhas”, o artista inscreve com lápis de cor linhas coloridas de maneira obsessiva sobre o papel, que sofre sucessivas dobraduras para ser dividido em centenas de quadrados e retângulos, criando uma grade estriada em que as dobras são como cicatrizes. A cor é apresentada como se estivesse a ponto de desaparecer ou surgir, nunca completamente pousada sobre o papel, mas flutuando sobre ele, em graduações suaves de tons esverdeados, OU amarelados, rosados e avermelhados, expressando a delicadeza e a fragilidade do tempo.
 
Ora objetos, ora esculturas, os maleáveis “Lengalengas” de Celio Braga transformam linhas coloridas em estruturas elásticas, que se movimentam em configurações variadas. Utilizando caninhos de metal que ele recobre com fitinhas do Senhor do Bonfim e fragmentos de roupas de amigos e familiares, o artista constrói e tece ritmos, cortando, amarrando, unindo, cobrindo, dobrando e desdobrando. Dispostas no chão, no teto, nas peredes, em quinas e cantos, as esculturas são criadas com elementos impregnados de histórias pessoais, memorias, fé, superstição, desejos e esperança.

Copyright © 2006-2013 by ArtSlant, Inc. All images and content remain the © of their rightful owners.